06/09/2012

O QUE É OHSAS 18001

OHSAS 18001 é uma norma internacional voltada à saúde e segurança ocupacional, estabelece requisitos relacionados à Gestão da Saúde Ocupacional e Segurança, através do qual é possível melhorar o conhecimento dos riscos existentes na organização, atuando no seu controle em situações normais e anômalas. Este padrão é _aplicável a qualquer organização de diversos setores e atividades econômicas, orientando tais organizações sobre como promover a melhoria contínua do desempenho de Saúde Ocupacional e Segurança.

O objetivo desta norma é auxiliar as empresas a controlar os riscos de acidentes no local de trabalho. A certificação do sistema por essa norma garante o compromisso da empresa com a redução dos riscos ambientais e com a melhoria contínua de seu desempenho em saúde ocupacional e segurança de seus colaboradores.

A criação dessa norma levou em conta algumas normas nacionais já existentes, como a BS 8800, na Inglaterra. A norma se baseia no conceito de que a companhia deve periodicamente analisar e avaliar seu sistema de gestão da SST, de maneira a sempre identificar melhoras e implementar as ações necessárias. Por isso, ela não estabelece requisitos absolutos para o desempenho da Segurança e Saúde no Trabalho — mas exige que a empresa atenda integralmente à legislação e regulamentos aplicáveis e se comprometa com o aperfeiçoamento contínuo dos processos.

Por não estabelecer padrões rígidos, duas organizações que desenvolvam atividades similares, mas que apresentem níveis diferentes de desempenho da SST, podem, simultaneamente, atender aos requisitos da norma.

Quanto ao conteúdo da norma OHSAS 18001, ela integra-se no mesmo modelo das normas ISO 9001 e ISO 14001, apresentando uma abordagem por processo.

Estas normas são baseadas na utilização do “ciclo de Deming”, que permitem uma melhoria contínua dos desempenhos.

A OHSAS 18001 compõe-se de um sistema de gestão que integra:

• o compromisso de seguir uma política de gestão dos riscos,
• a identificação e a avaliação dos fatores e áreas de riscos,
• a identificação de objetivos e programas,
• a formação do pessoal,
• a implantação de processos de controle,
• a preparação a situações de emergência,
• o estabelecimento de procedimentos de medida de vigilância,
• a implantação de medidas de prevenção dos acidentes,
• a instauração de um procedimento regular de verificação.

Os principais benefícios são: redução de acidentes através da sistematização de todas as atividades relevantes de saúde e segurança ocupacional; certeza legal devido à aderência a todos os requisitos estatutários aplicáveis; aumento da identificação e motivação do funcionário devido ao envolvimento nos processos de gestão de SSO; melhoria da imagem e aumento da competitividade através de performance de SSO documentada e sustentada; fortalecer a imagem da empresa e a participação no mercado; aumento da competitividade; satisfazer os critérios dos investidores e melhorar o acesso ao capital; maior controle dos riscos com acidentes ambientais.

Caso você quiser deixar algum comentáriopara enriquecer esse artigo fique á vontade, senão é só "Compartilhar" através do Facebook e me "Seguir" através do Twiiter.